É com imenso prazer que convidamos você a participar da 15ª edição do Congresso Brasileiro de Assistentes Sociais (CBAS), entre os dias 5 e 9 de setembro de 2016, no Centro de Convenções de Olinda (PE). Tendo como tema os “80 anos do Serviço Social no Brasil – a certeza na frente, a história na mão”, o evento comemorará algumas datas significativas para a trajetória da profissão. Os 80 anos de criação do primeiro curso marca o início do Serviço Social no Brasil. Além disso, são 60 anos de fundação da Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social (Abepss) e 20 anos das Diretrizes Curriculares.
Reconhecidamente consolidado como o maior congresso de nossa categoria profissional, nesta edição, o evento apresentará algumas mudanças em seu formato, que são resultado de avaliações acumuladas pelas entidades organizadoras ao longo de sua realização.
Nos últimos cinco anos, a categoria de assistentes sociais no Brasil duplicou o seu tamanho e hoje somos, aproximadamente, 160 mil profissionais, o que coloca para o CFESS, o CRESS-PE, a Abepss e a Enesso a tarefa de repensar a estrutura do congresso, de modo que possamos ampliar o acesso ao seu conteúdo, sem perder a profundidade dos debates realizados, a qualidade da logística e tampouco aumentar seus custos. Nesse sentido, as principais alterações serão:

  •  A organização de um sistema de pré-inscrições para a conferência de abertura do congresso, que, pela primeira vez, terá seu acesso ampliado para não congressistas, respeitando-se a capacidade do local escolhido para sua realização, que pode alcançar até 4.900 pessoas;
  •  A ampliação do número de plenárias simultâneas. O 15º CBAS terá, em sua programação, as 3 grandes conferências centrais (que serão transmitidas on-line) e 10 plenárias simultâneas, ampliando, assim, a visibilidade de temas em debate e tentando alcançar a imensa diversidade regional de nosso país;
  • A apresentação dos trabalhos somente sob a forma de pôsteres, mantendo-se a publicação dos trabalhos completos nos CDs. Nesta edição, não haverá apresentação de trabalhos na modalidade oral;
  • A apresentação de pôsteres será antecedida pela realização das “sessões temáticas”. As sessões temáticas constituem-se em uma mesa de debates sobre o tema central do(s) eixo(s) dos pôsteres e prevê a participação de um/a profissional de referência e de um/a assessor/a temático/a, que fará a síntese das principais tendências dos trabalhos aprovados para aquele eixo. Ao final da sessão, todos/as serão convidados/as à visitação dos pôsteres. Esta medida foi tomada considerando algumas questões:
    – o aumento do número de trabalhos aprovados para apresentação tem acompanhado o crescimento quantitativo da categoria profissional. Desse modo, foram recorrentes, nas últimas duas edições do evento, avaliações negativas quanto ao curto espaço de tempo disponível para as apresentações orais e debates, já que as sessões agrupavam um número cada vez maior de trabalhos;
    – o crescimento do número de trabalhos vinha impactando também os custos do evento, uma vez que, para as apresentações orais, foi sendo necessário ampliar o aluguel de salas equipadas com recursos audiovisuais (datashow, equipamento de som) e humanos (assessores/as temáticos/as e pessoal de apoio).
    No mais, o evento continuará contando com excelentes oportunidades de atualização profissional, ato político, atividades culturais, além da tradicional alegria de nossos reencontros e da partilha de experiências profissionais, que são algumas de suas marcas registradas.
    E para recebê-los/as, Olinda e Recife abrem seus braços com o toque empolgante e emocionante de seus frevos e maracatus, algumas das maiores manifestações populares desse imenso Brasil. Fica aqui um convite à diversidade que este CBAS irá nos fazer sentir e vivenciar; um convite a todos/as os/as assistentes sociais para construírem conosco mais um capítulo dessa história que “trazemos na mão”!